Formulário de procura

O Veterinário responde

Veja aqui as mais populares e mais recentes perguntas feitas ao nosso veterinário.

Pergunta enviada

O nosso veterinário responderá à sua questão em breve.

Saiba tudo
sobre nutrição,
saúde e bem-estar
do seu animal de
estimação.

Conheça o nosso veterinário

Dr. Carlos Sousa

Carlos Sousa, licenciou-se pela Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa em 1991, realizando um sonho que alimentava desde criança.

Completou a sua licenciatura com o estágio curricular, na Faculdade Veterinária de Leon, em Espanha, e no Instituto Veterinário do Parque, em Lisboa.

Trabalhou na União Zoófila de Lisboa, no Consultório Veterinário do Barreiro e no Hospital Veterinário dos Foros, antes de realizar um internato de um ano na École Veterinaire D’Alford, em França, nas áreas de cirurgia, ecografia e medicina interna de animais de companhia.

Carlos Sousa, licenciou-se pela Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa em 1991, realizando um sonho que alimentava desde criança.

Completou a sua licenciatura com o estágio curricular, na Faculdade Veterinária de Leon, em Espanha, e no Instituto Veterinário do Parque, em Lisboa.

Trabalhou na União Zoófila de Lisboa, no Consultório Veterinário do Barreiro e no Hospital Veterinário dos Foros, antes de realizar um internato de um ano na École Veterinaire D’Alford, em França, nas áreas de cirurgia, ecografia e medicina interna de animais de companhia.

Durante este período frequentou diariamente a clínica oftalmológica do conceituado oftalmologista Marc Simon, com quem participou em inúmeras consultas e cirurgias oftálmicas, tendo então despertado particular interesse por esta área.

Ao longo dos 20 anos que se seguiram, participou em centenas de congressos e cursos em todo o mundo.

Realizou por várias vezes períodos de treino prático em Hospitais Veterinários de referência em Espanha, França, Reino Unido e EUA, em áreas como oftalmologia, ortopedia, medicina interna e emergências médicas.

Realizou várias formações na área de Gestão Médica.

Fundou, em 1994, a Clínica Veterinária da Póvoa, que num percurso de crescimento deu lugar ao Hospital Veterinário da Póvoa, onde é atualmente diretor clínico.

Perguntas

Sónia Oliveira

Bom diaO meu gato de 5 anos está com uma respiração ruidosa , poderá ser stress de ter levado uma gatinha bebé para casa e ele não estar a aceitar ou devo considerar algum problema de saúde?Grata desde já pela atenção

O veterinário responde

Boa noite Sónia,

É frequente os gatos, especialmente aqueles não vacinados, ficarem infetados com vírus e bactérias do trato respiratório superior que provocam sinais clínicos como espirros, corrimento nasal, febre e respirações ruidosa.

Os sinais que refere são muito inespecíficos, mas há a possibilidade de que o novo gato introduzido tenha contagiado o seu gato de 5 anos, pelo que sugiro que o seu gato seja avaliado por um médico veterinário com a maior brevidade.

Não deve cair na tentação de administrar qualquer medicamento sem aconselhamento veterinário prévio. Muitos fármacos utilizados em medicina humana são tóxicos para os animais de companhia.

Obrigado,

Carlos Sousa

Diana Fernandes

Bom dia.Sou de Coimbra e gostaria de marcar uma tosquia para a minha cadela. Para onde posso ligar para marcar?

O veterinário responde

Boa noite Diana,

Poderá aconselhar-se junto do veterinário que acompanha a sua cadela acerca dos estabelecimentos que existam na sua área de residência que façam banhos e tosquias.

Obrigado,

Carlos Sousa

Cláudio cardoso

Boa tarde, é possível retirar as unhas de um gato definitivamente?

O veterinário responde

Boa noite Cláudio,

Esse procedimento é proibido por razoes éticas e de bem-estar animal.

Obrigado,

Carlos Sousa

Nicole

Eu queria saber se a gatas tem priodo e se suja o chão. Mas o que queria saber porque tenho um bebé de 10 meses, era se é possível retirar por completo as unhas de um gato e se lhes causa sofrimento.? E quanto custa.

O veterinário responde

Bom dia Nicole,

As gatas são animais poliéstricos estacionais, ou seja, o ciclo reprodutivo na gata é influenciado pela temperatura e pela luz solar. O primeiro cio pode surgir entre os 6 e os 9 meses de idade. A duração média do cio nas gatas é de 7 dias, com intervalos de 2 a 3 semanas, e portanto existem vários períodos de cio ao longo da época reprodutiva (Primavera/Verão). Neste período as gatas manifestam alterações comportamentais e não se observa corrimento vaginal.

A administração da pílula tem contraindicações sérias, e por essa razão não aconselho nunca o seu uso. A sua utilização pode culminar em infeções uterinas e tumores mamários, não sendo o método contracetivo mais aconselhável. A melhor opção é, sem dúvida, a esterilização (ovariohisterectomia): é definitiva, evita os inconvenientes do cio, evita ninhadas indesejadas e traz grandes benefícios na prevenção de doenças do trato reprodutivo. A médio e longo prazo acaba por ser a solução mais económica. A esterilização nas gatas é recomendada a partir dos 5-6 meses de idade, antes do primeiro cio, porque reduz significativamente o risco de  aparecimento de tumores mamários e outras patologias do trato reprodutivo. Caso já tenha ocorrido o primeiro cio, a esterilização está mais indicada num período em que a gata não esteja no cio, uma vez que a cirurgia será mais simples e com menor risco.

Obrigado,

Carlos Sousa

Francisco

Muito boa tarde, tenho um coelhinho, que penso que tem podermatite, pelo que pesquisei. De entre várias hipóteses que estive a ver, comecei a aplicar-lhe lauroderme, mas não sei se é o mais adequado, se faz efeito ou se pode ser prejudicial para ele...

O veterinário responde

Boa noite Francisco,

O âmbito deste site diz apenas respeito ao gato e cão como animais de companhia. Assim, deverá procurar ajuda junto de um médico veterinário especialista nestas espécies.

Obrigado,

Carlos Sousa