Formulário de procura

O Veterinário responde

Fale com o nosso veterinário e esclareça as suas dúvidas..

Pergunta enviada

O nosso veterinário responderá à sua questão em breve.

Saiba tudo
sobre nutrição,
saúde e bem-estar
do seu animal de
estimação.

Conheça o nosso veterinário

Dr. Carlos Sousa

Carlos Sousa, licenciou-se pela Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa em 1991, realizando um sonho que alimentava desde criança.

Completou a sua licenciatura com o estágio curricular, na Faculdade Veterinária de Leon, em Espanha, e no Instituto Veterinário do Parque, em Lisboa.

Trabalhou na União Zoófila de Lisboa, no Consultório Veterinário do Barreiro e no Hospital Veterinário dos Foros, antes de realizar um internato de um ano na École Veterinaire D’Alford, em França, nas áreas de cirurgia, ecografia e medicina interna de animais de companhia.

Carlos Sousa, licenciou-se pela Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa em 1991, realizando um sonho que alimentava desde criança.

Completou a sua licenciatura com o estágio curricular, na Faculdade Veterinária de Leon, em Espanha, e no Instituto Veterinário do Parque, em Lisboa.

Trabalhou na União Zoófila de Lisboa, no Consultório Veterinário do Barreiro e no Hospital Veterinário dos Foros, antes de realizar um internato de um ano na École Veterinaire D’Alford, em França, nas áreas de cirurgia, ecografia e medicina interna de animais de companhia.

Durante este período frequentou diariamente a clínica oftalmológica do conceituado oftalmologista Marc Simon, com quem participou em inúmeras consultas e cirurgias oftálmicas, tendo então despertado particular interesse por esta área.

Ao longo dos 20 anos que se seguiram, participou em centenas de congressos e cursos em todo o mundo.

Realizou por várias vezes períodos de treino prático em Hospitais Veterinários de referência em Espanha, França, Reino Unido e EUA, em áreas como oftalmologia, ortopedia, medicina interna e emergências médicas.

Realizou várias formações na área de Gestão Médica.

Fundou, em 1994, a Clínica Veterinária da Póvoa, que num percurso de crescimento deu lugar ao Hospital Veterinário da Póvoa, onde é atualmente diretor clínico.

Coloque-nos as suas dúvidas

Esta área de perguntas e respostas só está disponível para Portugal. No entanto, poderá consultar em baixo as questões colocadas pelos utilizadores ao nosso veterinário.

Elisabeth Dos Santos

Tenho um gato de rua que vive no meu quintal. Ultimamente apareceu com grandes feridas infectadas perto do rabo. Não o consigo apanhar para trata lo, Há alguma coisa que lhe possa dar para ele dormir e eu poder apanha lo?

O veterinário responde

Boa noite Elisabeth,

Existe alguns recursos que pode utilizar para tentar transporta-lo para o seu veterinário de forma a ser avaliado.

Aconselho que exponha o caso ao seu medico veterinário de forma a ele prescrever o medicamento mais seguro.

Obrigado,

Carlos Sousa

Bárbara Rodrigues

Bom dia. O meu cão há dois dias começou a tossir e a tentar vomitar. No entanto, ele tem o apetite normal, está cheio de energia como o costume e ladra sem problemas. Mas de vez enquanto tosse muito e tenta vomitar. Podem-me ajudar ?

O veterinário responde

Boa noite Bárbara,

O aparecimento da tosse pode ter origem numa patologia do sistema cardíaco ou do sistema respiratório. A nível do sistema respiratório, as doenças que podem provocar a tosse são, entre outras: inflamação das vias aéreas superiores (laringe e traqueia), presença de corpos estranhos nas vias aéreas superiores, colapso traqueal, parálise laríngea, bronquite (inflamação dos brônquios), pneumonia, etc.

A “tosse do canil” é uma doença altamente contagiosa que é transmitida por contacto direto com um cão infectado e está geralmente associada a canis. Os agentes infeciosos provocam lesões e irritação na mucosa da traqueia e trato respiratório, provocando tosse. 

Assim, existem muitas origens diferentes para a tosse e tratamentos completamente diferentes consoante a sua origem. Se o problema persistir pode conversar com o seu médico veterinário acerca da possibilidade de realizar alguns exames complementares de forma a instituir o tratamento necessário.

Obrigado,

Carlos Sousa

pedro violante

bom dia adotei 1 cao que tem 8 meses como o educo? tenho 1 terraço e nao fez nada la levo a rua tb nao faz.ate agora fez coco na sala e xixi na cozinha,e já agora o chip deve se colocar?tem algum sitio onde dar as vacinas e cuidar dele gratuito obrigado.

O veterinário responde

Boa noite Pedro,

Deve levá-lo ao local em que quer faça as necessidades (jornal, resguardo, terraço, etc) logo depois que ela acorde ou após comer ou beber água (normalmente cerca de 15 minutos após terem comido os cachorros defecam). Coloque o cão no local e espere alguns minutos. Se fizer, dê uma recompensa (biscoito) e faça uma festa, diga “muito bem!”. Deverá repetir várias vezes este procedimento até o cachorro aprender. Geralmente, os cachorros não fazem as necessidades onde comem e dormem. Caso ele faça no sítio errado, não dê atenção, finja que nada aconteceu. Leve o seu cão calmamente para outro local da casa e limpe sem que ele veja. O cachorro gosta de atenção, por isso é preciso ignorar quando ele errar, durante o processo de aprendizagem. Valorize quando fizer no local correto ao invés de se zangar quando ele erra.

Apesar da persistência  esta tarefa é muitas vezes desencorajadora.A melhor opção nesta matéria é levar o seu cão à rua pelo menos 2 vezes por dia. Os cães apreciam imenso este passeio e guardam preferencialmente para esta hora a realização das suas necessidades fisiológicas tornando tudo mais fácil.Tenha em atenção que se o seu cão ainda não está completamente vacinado, deve evitar locais muito frequentados por outros cães. É obrigatória a aplicação do microchip. Tente procurar ajuda junto de uma associação protetora animal, que por vezes dispõe de alguns recursos que lhes permitem auxiliar em casos de carência económica.

Obrigado,

Carlos Sousa

Soraia

Tenho um labrador, não é puro, apareceu tipo um grão perto do olho algum tempo e agora tem também no outro olho. O que poderá ser?

O veterinário responde

Boa noite Soaria,

Apenas pela sua descrição não é possível chegar a um diagnóstico. Posto isto, recomendo que procure ajuda do seu médico veterinário para se possa avaliar presencialmente.

Obrigado,

Carlos Sousa

Ricardo Fernandes

Boa noite, há 3 dias encontrei um gatinho bebê perto de minha casa, levei-o para casa mas como não tinha leite próprio dei-lhe do normal, mas hoje reparei que ele ainda não defecou desde que o tenho comigo e apresentou hoje continência, que devo fazer?

O veterinário responde

Boa noite Ricardo,

Os gatos apenas devem ser alimentados com leite nos primeiros dois meses de vida, seja o leite materno ou leite adequado a gatinhos. A partir das 4 semanas devem-se adicionar outros alimentos (ração seca humedecida em água de modo a obter uma papa) e água sempre limpa e fresca, pois até então estes alimentam-se exclusivamente de leite. Nunca se deve dar leite de vaca, nem ovelha uma vez que este possui características diferentes das do leite de gato, ou seja, grandes quantidades de lactose e gordura. A maioria dos gatos são intolerantes à lactose, e podem apresentar dificuldades na digestão levando a distúrbios alimentares como diarreias, dor abdominal e gases. Recomendo então que os alimente com leite próprio para gatinhos e que consulte um médico veterinário com brevidade caso as alterações gastro-intestinais persistam.

Obrigado,

Carlos Sousa