Formulário de procura

Microchip: uma lei cheia de vantagens

Legislação

00:00
A sua classificação: Nenhum (3 votes)

Enviar vídeo a um amigo

Preencha os campos indicados em baixo.

Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

O vídeo foi enviado.

Ocorreu um erro ao enviar o seu vídeo.

Tente novamente.

Descrição

Em Portugal, a aplicação do microchip passou a ser obrigatória para todos os cães nascidos após 1 de julho de 2008. Até então, a sua aplicação só era obrigatória para cães perigosos ou potencialmente perigosos.

Em Portugal, a aplicação do microchip passou a ser obrigatória para todos os cães nascidos após 1 de julho de 2008. Até então, a sua aplicação só era obrigatória para cães perigosos ou potencialmente perigosos.

O microchip é um pequeno dispositivo eletrónico inócuo, do tamanho de um grão de arroz, que contém um código único e inalterável, ao qual estão associados os dados do proprietário, do animal e do veterinário que o colocou. Este dispositivo funciona como um código de barras dentro do animal, não permitindo a sua deteção por GPS, como, por vezes, se pensa erradamente.

É colocado através de uma injeção subcutânea, normalmente no lado esquerdo do pescoço e pode ser lido através de um leitor específico.

Quando um animal com microchip é encontrado, ao passar o leitor visualiza-se um número, que por consulta à base de dados permite identificar o animal e entrar em contato com o proprietário.

Quais são as vantagens da aplicação do microchip?

  • Em caso de perda, permite identificar o animal;
  • Previne e combate o abandono dos animais;
  • É o meio mais eficaz de provar que o animal lhe pertence.

Comentários

Declaração de Cookies