Formulário de procura

O que necessito para a chegada do meu novo gato?

Outros Temas

00:00
A sua classificação: Nenhum (7 votes)

Enviar vídeo a um amigo

Preencha os campos indicados em baixo.

Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

O vídeo foi enviado.

Ocorreu um erro ao enviar o seu vídeo.

Tente novamente.

Descrição

A chegada de um gatinho novo requer a compra de alguns acessórios. Visto os gatos não variarem significativamente de tamanho em adultos, a escolha dos acessórios é independente da raça.

A chegada de um gatinho novo requer a compra de alguns acessórios. Visto os gatos não variarem significativamente de tamanho em adultos, a escolha dos acessórios é independente da raça.

Assim, um recipiente para a água e outro para a comida são a primeira necessidade. Embora existam os 2 acoplados, são preferíveis os separados, pois assim a água não se suja tão facilmente e os gatos são particularmente exigentes com a limpeza. O inox é uma boa opção ou, então, um plástico de boa qualidade.

A segunda grande exigência e da maior importância na vida de um gato é a caixa de areia que usará como WC. A escolha inadequada deste acessório pode levar a problemas futuros de comportamento, como defecar fora da caixa e até mesmo a problemas de saúde, como infeções urinárias. As caixas de areia não deverão ser colocadas junto da comida e têm de estar em local recatado e de fácil acesso. Existem caixas fechadas e abertas. Alguns gatos não gostam das caixas fechadas, pelo que terá de a mudar se for o caso do seu. Nos gatinhos pequeninos, mesmo as caixas abertas deverão ter abas não muito altas, que permitam o acesso fácil e rápido, em caso de necessidade. A areia também tem critérios de escolha. As mais baratas tendem a produzir muito pó e a absorverem pior a urina, com consequentes cheiros desagradáveis. Existem as de sílica, com grande poder de absorção e as de autoaglomeração, que absorvem a urina e agregam os detritos sólidos, permitindo retirar apenas a parte que está suja, não havendo necessidade de mudar toda a areia, com consequente poupança.

Como todos sabemos os gatos, desde muito cedo, têm o instinto de afiar as unhas e se não lhes for fornecido uma alternativa, o sofá ou as cortinas farão seguramente este papel. Existem à verda arranhadores em corda, em forma de tapete, troncos de madeira, etc. Comece por tentar o de corda, que é o mais popular, tendo em mente que, por vezes, terá de usar outras alternativas.

Não se esqueça que deverá ter disponível, as primeiras refeições e que de preferência serão iguais às que o gatinho estava habituado a comer. Assim, traga um pouco da ração do local de onde vem e faça uma transição gradual (1 semana) com a nova ração que lhe foi aconselhada pelo seu médico veterinário.

Finalmente, não se esqueça de trazer alguns brinquedos que farão a delícia do gatinho e dos donos a observá-lo.

Comentários