Formulário de procura

Comportamento agressivo: raça ou educação?

Comportamento

00:00
5
A sua classificação: Nenhum (6 votes)

Enviar vídeo a um amigo

Preencha os campos indicados em baixo.

Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

O vídeo foi enviado.

Ocorreu um erro ao enviar o seu vídeo.

Tente novamente.

Descrição

Não é correto classificar um cão como agressivo com base apenas na raça, da mesma forma que não é correto ignorar que existem raças cujo potencial de agressividade é, manifestamente, superior ao de outras.

Não é correto classificar um cão como agressivo com base apenas na raça, da mesma forma que não é correto ignorar que existem raças cujo potencial de agressividade é, manifestamente, superior ao de outras.

Tendo este fato sempre presente, podemos então, centrar a nossa conversa sobre as razões para alguns cães terem maior predisposição para a agressividade do que outros. A escolha da raça de acordo com a função a que se destina e a educação adequada à raça em causa, faz muitas vezes a diferença entre uma convivência segura ou um lamentável acidente.

As raças de guarda, por exemplo, foram selecionadas durante séculos para terem alguma agressividade inata. Assim, a convivência com estas raças necessita de um dono informado e com capacidade e conhecimentos para saber como lidar com a educação de um cão com estas características.

Respondendo, portanto, à questão “Comportamento agressivo: raça ou educação?”,  a resposta é, claramente, ambos.